Postado em:

Gestão da Segurança durante a Crise. Como manter a operação segura ao longo desta fase?

A crise no setor de O&G vem sendo um tema recorrente em todo o ambiente da nossa Indústria. No entanto, há algo ainda mais grave a ser avaliado: como manter a segurança das operações em um momento no qual a expressão de ordem é a redução de custos.


Gestão da Segurança durante a Crise. Como manter a operação segura ao longo desta fase?

O aumento da eficiência é um aspecto continuamente perseguido por todos em Petróleo, o qual se torna tão mais essencial quanto maior a percepção da crise. No entanto, a própria complexidade atual das operações do upstream ao downstream faz com que a manutenção de padrões de segurança ao Homem, ao Meio e ao Ativos se torne de maior custo. Justamente quando devemos reduzir os investimentos globais nos negócios.

Diante de tal cenário, muito se tem produzido em termos de recomendações e estratégias a serem observadas pela comunidade de Segurança. Observa-se que a área de HSE da SPE – http://www.spe.org/disciplines/hse/ – tem se mostrado cada vez mais ativa, em pleno alinhamento com a responsabilidade da SPE como voz técnica do nosso setor.

Dentre os diversos conteúdos de alta qualidade, obtidos a partir da página da SPE HSE e na própria web, recomendamos uma leitura ao texto desenvolvido por especialistas da Dekra, disponível em http://dekra-insight.com/en-sa/wp-leading-safety-in-downturn.

Este conteúdo propõe cinco estratégias aos gestores, a serem adotadas como ações críticas que permitam que a demanda por aumento da Segurança possa ser superada mesmo enquanto não se observa a recuperação plena do mercado. Trata-se portanto de uma leitura imprescindível a todos os líderes neste momento definitivamente difícil que atravessamos.

João Carlos Rodrigues
Diretor de Segurança e Meio Ambiente
SPE Seção Brasil

Por que se associar a SPE?

01

Aprimore seus conhecimentos técnicos

02

Aumente sua rede de contatos profissional